Mais uma pro Jabour contar

“Olá Martha, está na hora de acordar!”

Dizia a gravação feita por ela mesma com um entusiasmo forçado.

“Ainn não, só mais um pouquinho…”

Trinta e seis minutos depois…

“Putz! Nossinhora! Eu SÓ tô atrasada!”

Como se isso não fosse suficiente, o ônibus atrasou também…

“CAcilda! Vou chegar no meio da palestra!”

Martha entrou no ônibus com suas duas bolsas e pasta, meio atrapalhada por conta da pressa. São muitos papéis e utensílios que carrega nas bolsas… Por mais que a probabilidade de usá-los seja mínima, é sempre bom tê-los a mão. Sentou e iniciou sua leitura (papelzinho com a programação de palestras e horários de coffee break). Estava lá entretida em sua leitura e preocupada com seu atraso, quando surge uma figura peculiar em sua frente. Pedia licença pra sentar ao seu lado. Martha tomou um susto…

(“Nossa, que moço bonitão… Alto, moreno, forte… Ele deve ter pedido pra sentar aqui obviamente por minha causa… Uma mulher assim, atraente como eu…”)

Martha dá uma discreta olhada pra trás: Não havia lugar vago no ônibus.

(“Enfim, não é todo dia que aparece um rapaz dessa estirpe pedindo pra sentar do meu lado… Poderia ter ficado em pé se quisesse. Nossa, ele é tão grandão que ta me empurrando pra fora do banco…Droga, porque eu não sentei na janela? Ele estaria me empurrando contra a janela… hehe… “)

O rapaz deu uma ligeira olhada pra o que Martha estava lendo.

(“ARRÁ! Sabia que ele tinha segundas intenções comigo! Já ta querendo até saber o que eu to lendo… Ainda bem que é algo bem culto…”)

Surge um som vindo de dentro da bolsa de Martha.

“Elas ficam loca e o baile fica maluco VAI! Lançamento novo é o passinho dos prostituto..”

“Oi Bibi! Ah, ta, ta. Eu sei que to atrasada. Já chego aí…Uma meia hora. Ta. Beijo. Tchau…”

(“Droooooga! Sabia que esse toque ainda ia me deixar constrangida! Meleca, tenho que trocar isso urgentemente!”)

Martha chega ao auditório onde estava acontecendo a palestra. Estava cheio. Ela procurou apressadamente a fileira onde Bibi e o pessoal estavam sentados.

(“Achei! Nossa, eles tão bem no meio da fileira…Aquele cabeção da Bibi… Reconheceria em qualquer lugar… Vou ter que passar por esse monte de gente. Droga.”)

Lá foi Martha. Pedindo licença… um por um. Não que as pessoas dessem passagem de muito bom grado, até porque suas bolsas e pasta não ajudavam muito, mas ela tentava ser gentil.

“Devagar devagarinho vai descendo até o chão…”

“Putz! Meu celular! É a Zuzu! Droga!”

Nesse momento, Martha tenta desesperadamente achar seu celular. Os objetos dentro da bolsa começam a cair, por fim ela vira a bolsa de cabeça pra baixo.

“ Meleca… É na outra bolsa…Ih! Caiu no chão! Ai moça, desculpa, deixa eu abaixar aqui rapidinho…Não, não rolou não! Ta no seu pé ó…”

“Coloca a mão no chão, jogando a bunda pro alto! E joga a bunda pro alto!..”

(“Putz! Porque a Zuzu ta me ligando cara? Será que ela não percebeu que o celular que ta tocando no auditório é o MEU! ?)

O celular de Martha pára de tocar. Um senhor na primeira fileira levanta com ele na mão. Martha levanta subitamente com os cabelos ligeiramente desgrenhados se dando conta que o celular tinha rolado todas as fileiras até a primeira como a moça havia lhe dito. Apesar de todos os olhares do auditório estarem voltados pra ela (inclusive o do palestrante), ela heroicamente foi até o senhor buscá-lo. Faltava a bateria, mas ela achou por bem procurar depois. Eis que ela ouve um chamado do outro lado do auditório:

“Thata! Vem pra cá! A gente ta aqui!”

(“Putz… A cabeça que eu vi não era da Bibi cara… Vou ter que voltar tudo!”)

Martha volta então pra perto da porta de entrada (onde seus amigos estavam sentados), meio envergonhada por ter perturbado a palestra.

Zuzu: “Putz Martha, que entrada hein!”

Martha: “Culpa de vocês! Eu entrei por essa porta aqui! Como vocês não me viram??”

Palestrante: “Posso continuar?”

Martha: “Ah seu Arnaldo, espera só um pouquinho? É que na pressa eu esqueci minha bolsa e minhas coisas no chão ali perto daquela moça…”

Anúncios

~ por maiahloren em 16/07/2008.

2 Respostas to “Mais uma pro Jabour contar”

  1. hahuahauahauahau…Essa personagem é bem desengonsada hein…parece alguem q eu conheço rsssrsr
    Pelo menos o celular dela não tocou: turutata turuta turutata tutututu. rsrsrs

    Muito bom!!

  2. kkkkkkkkkkkk
    Bibi?!?!huahuahua
    Muito boa!!!!
    Nessas horas q me lembro q preciso trocar o toque do celular,pq sempre q a Martha liga…opa,ker dizer,q alguem me liga, toca:”Elas ficam loca e o baile fica maluco,VAI…”hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: